AJP Controle de Pragas

Formigas transmitem mais doenças que baratas

Elas parecem inofensivas, estão nos desenhos animados, têm fama de trabalhadeiras, e quase ninguém dá a devida importância a elas. A formigas! No entanto, elas não são tão inocentes quanto muita gente pensa. Um estudo publicado na revista de Saúde e Biologia (SaBios) aponta que as formigas podem carregar uma grande variedade de bactérias em suas patas.

As formigas apresentam um risco semelhante, ou mesmo maior, do que as baratas. Elas também habitam lugares sujos como fezes, feridas, animais em decomposição e lixo. Desta forma, comer um alimento após uma formiga passar por ele pode ser perigoso. Estes insetos são capazes de transmitir doenças infecciosas e causar gripe, tuberculose, verminoses, intoxicações alimentares, vômito, diarreia e até lepra, cita o site Jornal Ciência. Quando uma barata morre, a eliminação de todos os resquícios do corpo é feita pelas formigas. Você sabia disso?

Elas são muitas e estão por toda a parte. Estima-se que as formigas habitem o planeta há mais de 100 milhões de anos, sendo que o homem estaria na Terra há cerca de 195 mil anos. É possível que existam dez quatrilhões de formigas no globo terrestre, divididas em aproximadamente 12.585 espécies, representando de 15% a 20% da biomassa animal terrestre.

Para evitar os riscos do contato das formigas com os alimentos, deve-se dedetizar o ambiente a cada seis meses para proteger sua casa ou trabalho desse risco para a saúde.

Solicite uma visita da nossa equipe. A AJP Controle de Pragas está há 21 anos no mercado, prestando serviços de qualidade. Utilizamos inseticida de forma líquida, sem cheiro, (micro encapsulado), pó de contato nas tomadas e outros lugares avaliados como necessários e gel nos locais como: mesas, gavetas, computadores, calculadoras, arquivos, em fim todas as áreas sujeitas a infestação. Combinando as melhores técnicas de aplicação com os  melhores produtos, você terá a segurança de proteger sua família e seu negócio desses visitantes indesejáveis.

23.08.2016  (Texto: Susana Loureiro Mtb 549 ES)