AJP Controle de Pragas

Ratos

São originários da Ásia e dispersaram-se pelo mundo através de navios.

São mamíferos da ordem rondentia (possuem necessidade de roer o tempo todo) cujas principais espécies são Rattus novergicus (ratazana), Rattus rattus (ratão preto ou de telhado) e Mus musculus (camundongo), vivem em colônias de 4 a 7 indivíduos.

Principais Espécies:

Ratazana

É escavadora, excelente nadadora;
São onívoras, tendo preferência por cereais, carnes e lixo.

Rato de Telhado

Vivem nos “tetos” das construções ou no solo na ausência de ratazanas;
Tem se tornado espécie predominante em alguns estados brasileiros (Rio de Janeiro e São Paulo), em substituição a Rattus novergicus.
São onívoras, tendo preferência por cereais.

Camundongo

Vivem nos “tetos” das construções ou no solo na ausência de ratazanas;
São onívoras, tendo preferência por cereais.

Características Espécies
Ratazana Rato Preto Camundongo
Tamanho1 40 cm 30 cm 15 cm
Peso 350g 220g 16g
Cauda Menor que o corpo Maior que o corpo Tamanho semelhante ao corpo
Orelhas Pequenas e peludas Grandes e quase sem pelos Grandes e translúcidas
Pés Com membrana interdigital Sem membrana interdigital e com calosidade nos dedos Sem membrana interdigital

Rato
Características do Ciclo de Vida das Principais Espécies de Ratos.

Características Espécies
Ratazana Rato Preto Camundongo
Idade em que atinge a maturidade sexual 90 dias 90 dias 45
Período de gestação 22 dias 22 dias 19 dias
Número de crias/ano 6 a 8 4 a 6 6 a 8
Número de filhotes/cria 7 a 12 7 a 8 4 a 6

Principais Prejuízos Causados pelos Ratos
Consumo de alimentos: 10% do deu peso corporal/dia;
5% da produção mundial de alimentos;
Estragos nos alimentos (Perdas Quantitativas);
Consumo de ovos e morte de aves em granjas;
Estrago de equipamentos e instalações;
Atração de cobras (que são predadores de ratos);
Transmissão de doenças ao homem e animais domésticos (através de fezes, pêlos, urina, pulgas e carcaça de animais mortos);
Prejuízo de 25 dólares/ano/indivíduo.

Medidas Preventivas
Limpeza das instalações (evitar acúmulo de lixo, resíduos e madeiras velhas);
Estocagem correta dos Alimentos (uso de estrados de madeira ou ferro);
Realizar manutenção das instalações (troca de telas, fechamento de buracos e rachaduras);
Inspeções periódicas (para verificar o grau de infestação de ratos, grau de limpeza e estado de conservação das instalções).

Medidas Curativas
Uso de medidas físicas, biológicas e quimicas que visam controlar os ratos limitando aos mesmos quando possível acesso, abrigo, água e alimento.

Contratação de empresa especializada no controle de pragas, devidamente registrada nos órgãos competentes.